Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Últimas Notícias > IFPA promove rodada de conversas sobre a Saúde Mental no Trabalho
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFPA promove rodada de conversas sobre a Saúde Mental no Trabalho

  • Publicado: Terça, 15 de Janeiro de 2019, 09h11
  • Última atualização em Terça, 15 de Janeiro de 2019, 09h11
imagem sem descrição.

 

Depois das festas de fim de ano, janeiro é o mês ideal para começar a cumprir as promessas de passagem de ano. Nunca sai de moda deixar o corpo sarado, sem gordurinhas indesejadas, mas se a cabeça vai mal, o corpo padece. O início do ano não é ideal só para melhorar as medidas corporais e entrar em forma, mas um tempo propício para se reformular, renovar conceitos e adotar novas posturas diante da vida, do trabalho e do mundo, pois como diz o filósofo, corpo são é resultado de uma mente sã. Novo ano, novo ciclo, novo olhar e vida nova.

Uma mente em boa forma garante o equilíbrio emocional e mental, ajuda a ficar longe do estresse, manter em dias questões de ordens financeiras, neutralizar medos e inseguranças, melhora o raciocínio e a sociabilidade. Sabia que exercícios para a mente e novos hábitos ajudam a prevenir ansiedade, fobias, pânicos, depressão e lapsos de memória? Como anda seu cérebro?

Desenvolver habilidades socioemocionais é essencial para a saúde mental, mais que fazer exercícios para melhorar as condições físicas e a memorização, visitar psicólogos, psiquiatras e terapeutas, deve-se exercitar o cérebro saindo da rotina e do modo automático. Assim, segundo os especialistas, se desenvolve e ativa as capacidades cognitivas, analíticas e o humor.

Em alusão à Campanha Janeiro Branco, o Instituto Federal do Pará (IFPA), por meio da Coordenação de Desenvolvimento e Avaliação (CDA) e Coordenação de Avaliação e Qualidade de Vida (CAQV/DGP) da Reitoria, convidou o membro da Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso), Leandro Passarinho Reis Júnior, para uma rodada de conversa sobre a “Saúde Mental no Trabalho”.

O evento ocorre no auditório do Centro de Tecnologia e Educação a Distância (CTEAD) na Reitoria, na quinta-feira, 17 de janeiro, às 14h. A coordenadora de Desenvolvimento e Avaliação, Deize Gonçalves, explica que o objetivo da ação é dar boas vindas e promover a qualidade de vida dos servidores.

Campanha Janeiro Branco

Criada em 2014 por psicólogos de Uberlândia em Minas Gerais, a Campanha “Janeiro Branco” tem o objetivo de mobilizar e conscientizar toda a sociedade em favor da saúde mental. O assunto é importante, pois envolve a saúde do cérebro e principalmente a qualidade de vida em todos os âmbitos.

A iniciativa chama à reflexão e ao debate, promove o conhecimento sobre o assunto e mobiliza a sociedade em prol da saúde mental e saúde emocional humana. É um convite a cada pessoa para que pense sobre a própria vida, sobre a imagem que faz de si mesmo, seus relacionamentos e o que tem feito para garantir o equilíbrio psicológio, emocional e espiritual. Enfim, visa prevenir e combater o adoecimento emocional dos indivíduos, promovendo a interação e troca de vivências. Estimula a disseminação de uma “cultura da Saúde Mental” que favoreça, estimule e garanta, de forma efetiva, a elaboração de políticas públicas em benefício das pessoas e das instituições.

Pensando nos servidores, o Instituto Federal do Pará (IFPA) abraça esta Campanha e promove uma rodada de conversas sobre o tema: Saúde Mental no Trabalho.

Fonte: http://janeirobranco.com.br/

Saiba mais sobre o Palestrante

Doutor em Educação - Currículo, Epistemologia e História pela UFPA. Mestre em EDUCAÇÃO pela UEPA. Possui graduação em PSICOLOGIA pela Universidade Federal do Pará (1998), graduação em PEDAGOGIA pela Universidade do Estado do Pará (1999) e Graduação em CIÊNCIAS BIOLÓGICAS pela Universidade Federal do Pará. Atualmente é Professor Adjunto I da Faculdade de Biologia do Instituto de Ciências Biológicas - ICB/UFPA e Professor do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade Federal do Pará - UFPA, Linha de Pesquisa: Psicologia, Saúde e Sociedade. Também atua como professor/orientador do Mestrado Profissionalizante no Ensino de Biologia - PROFBIO UFMG/UFPA. Tem experiência na área de EDUCAÇÃO com ênfase em Currículo, Epistemologia, História e PSICOLOGIA SOCIAL, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação, EDUCAÇÃO AMBIENTAL, Educação Inclusiva, Educação em Saúde, Mal-Estar Docente, Psicologia da Educação, Psicologia Social e da Saúde, Perspectivas Foucaultianas e Modos de Subjetivação. Membro da Associação Brasileira de Psicologia Social - ABRAPSO e da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia-ANPEPP. Consultor Ad hoc de Pesquisa da Universidade do Estado do Pará – UEPA.

Fonte: http://lattes.cnpq.br/8106073837131437

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página
-->